Perspectivas para a semana de 03 a 07 de novembro de 2014

Publicado em 03/11/2014

Imagem do Artigo Perspectivas para a semana de 03 a 07 de novembro de 2014

Os mercados locais têm exibido volatilidade intensa neste período pós-eleitoral.

Embora os sinais de que alguns ajustes devem ser promovidos na política econômica tenham contribuído para conter a reação negativa à reeleição de Dilma Rousseff. Ainda assim, ações ligadas ao governo, como Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil, exibiram perdas mais acentuadas, enquanto câmbio e jurosreagiram de maneira mais positiva ao aumento da Selic e aos rumores de nomes para o Ministério da Fazenda. Tais questões devem manter o cenário instável nos próximos dias. No exterior, o comunicado do Fomc trouxe um teor ligeiramente “hawkish”, ao apontar uma visão otimista do mercado de trabalho norte-americano. De qualquer forma, tem prevalecido um ambiente positivo nos mercados externos, com as principais bolsas novamente atingindo patamares elevados.

O foco nos mercados internacionais continuará nos Estados Unidos nesta semana, com os dados do mercado de trabalho de outubro. A perspectiva é que os números mantenham o padrão recente favorável, embora sem intensificação da melhora. Cabe atentar para a taxa de desemprego, que deve permanecer em 5,9%, mas particularmente para o nível da chamada subutilização do trabalho, cujo recuo foi citado pelo Fomc – caso esse indicador, atualmente em 11,9% ceda novamente, será uma sanção à análise mais positiva do Fed. Antes dos dados oficiais da sexta, cabe acompanhar a pesquisa ADP e o ISM de serviços, na quarta, que servem como antecedentes para o dado de payroll. Na segunda, o ISM da indústria também trará um panorama do setor. Em linhas gerais, os sinais devem 
continuar positivos, favorecendo a valorização do dólar em termos globais. A China também será destaque no início da semana, com a reação nesta segunda à divulgação dos índices PMI da indústria.


Deixe seu comentário